Seg, 03 de fevereiro de 2020, 16:12

Pesquisadores da UFS têm projeto aprovado no Programa Centelha
Programa selecionou 23 propostas de inovação e empreendedorismo em Sergipe
Pesquisadores da UFS têm projeto aprovado no Centelha-SE. Foto: André Alcântara/UFS FM
Pesquisadores da UFS têm projeto aprovado no Centelha-SE. Foto: André Alcântara/UFS FM

A criação de uma startup em comunicação para avaliar a qualidade de produtos jornalísticos foi um dos 23 projetos selecionados, em Sergipe, no edital 001/2019 do Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores - Centelha/SE.

Após passar por três etapas de avaliação, a proposta liderada pelo professor do Departamento de Comunicação Social - Jornalismo da UFS, Josenildo Guerra, terá pela frente o desafio de desenvolver uma solução inovadora para o negócio jornalístico.

"O conceito da proposta é apostar no jornalismo de qualidade. Então, o nosso foco é desenvolver práticas, processos e metodologias de avaliação de qualidade, e tornar isso aplicável na prática para que tanto os usuários de informação jornalística e quanto produtores de conteúdo jornalístico possam ter meios de verificar seu desempenho," explicou Josenildo Guerra. Além dele, a equipe do projeto é composta por: Carlos Franciscato, Matheus Felizola, Cristian Góes, Josafá Neto e Wahib Mahmud.

Cada projeto aprovado no Programa Centelha receberá o investimento de mais de 50 mil reais da Finep - Financiadora de Estudos e Projetos - e da Fapitec - Fundação de Apoio à Pesquisa e a Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe.

A iniciativa foi lançada em junho do ano passado, com objetivo de promover o desenvolvimento tecnológico como base para modernização. Ele visa ainda estimular a criação de startups, a partir da geração de novas ideias, disseminando a cultura do empreendedorismo inovador. O prazo para a execução vai até março de 2021.

Em Sergipe, 579 propostas foram inscritas no programa, sendo que as 23 selecionadas alcançaram as melhores avaliações em: relevância, tamanho, abrangência e tendências de mercado, além de tecnologias envolvidas e capacidade técnica.


Atualizado em: Ter, 04 de fevereiro de 2020, 18:36
Notícias UFS